segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

A Joaninha Diferente



A JOANINHA DIFERENTE  Eunice Braido 

Petipoá vivia descontente.

Não tinha nenhuma pintinha, apesar de já ser adolescente!

A mãe dizia:

- Calma, minha filha! Nem todos são iguais dentro de uma família.

-Veja as suas primas. Umas são amareladas, outras, vermelhas. E há até as alaranjadas!

Mas o que nenhuma tinha era a falta de pintinhas. E como riam de Poá as pequenas malvadinhas.

E para os rapazes, então? Sem dúvida, as mais bonitas eram as que possuíam o maior número de pintas.

Poá ficava cada vez mais isolada. Sentia-se rejeitada e pra fazer não tinha nada!

Foi bem nessa época que uma praga atacou a plantação. E a vila de joaninhas foi invadida por uma verdadeira multidão.

Era pulgão que não acabava mais. Destruíam tudo, devorando todos os tipos de vegetais.

Imediatamente, os rapazes receberam uma convocação, deveriam ir à guerra para salvar a plantação.

As mulheres ficariam em casa para cuidar das larvinhas. E, numa briga, poderiam arranhar as suas pintinhas.

Mas, Petipoá resolveu se alistar:

-Não tenho medo de arranhão e muito menos de pulgão!

E não é que ela provou ter muita valentia! Sozinha, Poá dava cabo de centenas de pulgões por dia.

Pela sua bravura, ao final de cada batalha, ela era condecorada com uma honrosa medalha.

Como heroína para casa Poá voltou. E veio coberta de valorosas “pintas” que bravamente ela conquistou...


Atividades planejadas a partir da história:



Caça rimas! Abaixo encontre as rimas das palavras, copiando-as com atenção:

Descontente-  _______________________________________________

Amareladas- ________________________________________________

Pintinhas-  __________________________________________________

Bonitas-  ___________________________________________________

Isolada- ____________________________________________________

Plantação-__________________________________________________

Mais- ______________________________________________________

Arranhão- __________________________________________________

Batalha- ____________________________________________________

Conquistou- _________________________________________________

X
R
T
M
E
D
A
L
H
A
G
M
Q
P
C
D
K
Z
F
V
N
J
M
A
R
U
M
U
L
T
I
D
Ã
O
L
A
L
A
R
A
N
J
A
D
A
S
V
T
G
V
H
H
E
R
O
Í
N
A
A
B
Ã
O
P
L
A
G
E
L
P
Y
D
K
O
L
V
E
G
E
T
A
I
S
I
L
R
T
L
G
T
R
E
I
N
O
N
A
D
O
L
E
S
C
E
N
T
E
H
P
F
U
Y
A
N
G
E
L
A
P
A
R
E
J
E
I
T
A
D
A
S
B
S
W
M
T
I
J
O
A
N
I
N
H
A




Vamos copiar as palavras, contar as letras e sílabas:

JOANINHA-




LARVINHA-




PINTINHA-





Vamos colocar qualidades para a Joaninha, depois organizá-las na ordem do alfabeto:



Qualidades
Ordem alfabética

Concurso de Trava Língua na Sala de Aula



   





JOGO BINGO DE PALAVRAS DA HISTÓRIA A JOANINHA DIFERENTE




Área do Conhecimento:

Português


Objetivo Geral: Através de o jogo levar o aluno a realizar leitura e escrita de palavras ligadas a história Joaninha Diferente de Eunice Braido.


Objetivos Específicos:

*Promover a integração dos alunos que poderão estar em duplas ou trios;

*Envolver o aluno em situações que valorizem a sua atenção;

*Estimular a leitura através de palavras escritas como a reflexão de como é a sua formação (correspondência som/grafia) que lembrem a história ouvida previamente;


Descrição:

O jogo se dá em fichas confeccionadas com papel cartão em forma quadrangular, com cinco palavras escritas, retiradas do livro de história e uma figura podendo ser Joaninha, Abelha, Borboleta ou Flor. Em um saco plástico são colocadas todas as palavras pré-selecionadas pela professora, para sorteio.


Desenvolvimento:

Os alunos em duplas ou trios devem ficar atentos ao sorteio realizado por um colega, que realizará a leitura e depois a escrita da palavra no quadro de giz. A dupla ou trio deverá marcar a palavra se esta coincidir com a palavra sorteada. A dupla ou trio que completar a cartela primeiro deverá dizer em voz alta: “BINGO”!.


Possíveis variações:

Com a utilização das palavras sorteadas organizá-las em ordem alfabética.

Com a utilização de dado de números, os alunos deverão coletar palavras de acordo com quantidade sorteada, podendo agrupá-las seguindo critérios.

Realizar gráfico de acordo com número de letras das palavras do bingo.


Número de jogadores: em grupos de 2 ou 3


Recursos materiais para a sua confecção: papel cartão, caneta, figurinhas para o número de cartelas, ocupando um dos espaços em cada cartela.





JOGO DAS VOGAIS E CONSOANTES A PARTIR DA HISTÓRIA

 A JOANINHA DIFERENTE DE EUNICE BRAIDO




Área do Conhecimento:

Português/ Matemática/Alfabetização


Objetivo Geral: Através de o jogo levar a criança a perceber como se dá a formação de palavras, que se constituem de vogais e consoantes, atendendo diversos níveis de aprendizagem e níveis de escrita como também incentivar leitura e escrita de palavras ligadas a história Joaninha Diferente de Eunice Braido.


Objetivos Específicos:

*Gerar oportunidade de entrosamento entre os alunos que poderão estar em duplas ou trios;

*Trabalhar com o aluno as diferenças entre vogais e consoantes e suas funções dentro de uma palavra;

*Instigar a leitura através de palavras escritas como a reflexão de como é a sua formação (correspondência som/grafia) que lembrem a história ouvida previamente;


Descrição:

O jogo se dá em fichas confeccionadas com papel cartolina em forma retangular, com a palavra escrita em uma das faces, marcadas letra por letra, azul para consoante e rosa para vogal e símbolos de boca para cada uma das sílabas (com o objetivo de dar segurança à criança, revelando a palavra a ser formada). Do outro lado juntamente com uma cena da história, lugares numerados para cada uma das letras que formará a palavra. Há um dado com marcações com as letras V (vogal), C (Consoante) e VC (vogal e consoante) para determinar a rodada com uma ou duas letras por vez.


Desenvolvimento:

Os alunos em duplas ou trios devem ficar atentos a jogada do dado para saber com qual tipo de letra (vogal ou consoante) deverá coletar com o objetivo de preencher a sua cartela. Vencerá a dupla ou trio que completar primeiro a sua cartela.


Possíveis variações:

Com a utilização das palavras do jogo organizá-las em ordem alfabética.

Com a utilização de dado de vogais e consoantes formar livremente novas palavras.


Número de jogadores: em grupos de 2 ou 3


Recursos materiais para a sua confecção: cartolina, caneta, figuras da história, cola, tesoura.
 






Poesia - A Joaninha
A Joaninha
com suas pretas pintinhas
e seu corpo de brasa acesa
é uma graça, uma beleza.
É a coisa mais fofinha
de toda a natureza.

Sabendo de sua beleza,
a Joaninha se olha no espelho
cheia de vaidade
e ajeita bem as pintinhas
como se fosse à cidade.

A Joaninha
tá gordinha,
mas dá gosto de ver,
dia e noite,
noite e dia,
não pára de comer.

A Joaninha
só tem grande medo
quando vê um passarinho.
Pra se salvar, a Joaninha
também tem o seu segredo:
solta logo um cheirinho
que tonteia o passarinho.


Elias José
Inspiração para o Jogo "Cata Pintas"
JOGO CATA PINTAS
 ( Professoras Angela R Pinheiro e Luzia de F M de Carvalho)
A PARTIR DA HISTÓRIA A JOANINHA DIFERENTE DE EUNICE BRAIDO


Área do Conhecimento:
Matemática, Português

Objetivo Geral: Através de o jogo levar o aluno a realizar operações de subtração com a ideia de “chegar” de forma lúdica, partindo da história Joaninha Diferente de Eunice Braido.

Objetivos Específicos:
*Gerar a integração dos alunos que poderão estar em duplas ou em pequenos grupos;
*Envolver o aluno em situações que estimem a sua atenção e raciocínio lógico;
*Instigar a criança sobre a importância de seguir as regras do jogo e esperar a sua vez para jogar;

Descrição:
O jogo se apresenta em um tabuleiro em forma de joaninha, discriminados dois lados, onde se realizam a retirada de tampinhas (pintas), num total de 20 tampinhas, sendo separadas por duas cores diferentes (10 de cada cor). Para promover a coordenação de movimento de pinça podem ser utilizados prendedores de roupas ou simplesmente a utilização dos dedos. É necessário um dado comum com as quantidades.

Desenvolvimento:
Após par ou ímpar define-se qual lado (time) inicia o jogo. O tabuleiro da joaninha já deve estar organizado com 10 tampinhas de cada lado. Joga-se o dado, o número de quantidade sorteado define quantas tampinhas devem ser retiradas e a próxima jogada passa para o outro time. O número de quantidade do dado deve ser exato para a retirada de todas as tampinhas, caso contrário a criança deverá recolocar no tabuleiro as tampinhas que foram retiradas até dar a quantidade sorteada no dado. Ganha o jogo o lado que ficar sem tampinhas por primeiro.

Possíveis variações:
Colocar tampinhas com sílabas para a formação de palavras ditadas pelo professor, onde ganha pontos o lado que formar a palavra em primeiro lugar. Com a utilização das palavras formadas no jogo organizá-las em ordem alfabética. Organizar tabela para registro de pontos.
Aproveitar-se de temas de higiene como a prevenção da pediculose e retirar “piolhos” de outros animais que poderão ser confeccionados em forma de tabuleiro pelos alunos.
Realizar produções de textos (poéticos, em quadrinhos, após leitura de textos informativos...) partindo da experiência do jogo.
Cronometrar o tempo que cada jogador leva para retirar todas as tampinhas.
Trabalhar com adição de tampinhas, ao contrário de subtrair.

Número de jogadores: em grupos de 2 ou 3


Recursos materiais para a sua confecção: papel cartão, papelão para suporte, caneta, EVA nas cores de uma joaninha, 20 tampinhas (divididas em duas cores), prendedores de roupas (dois no mínimo).



Histórias em Quadrinhos 
(Dando um Final Diferente para a História A Joaninha Diferente)









Confecção do Livro
 (Novos Ilustradores)

 

5 comentários:

  1. Angela e Luzia! Que orgulho ver o trabalho que estão realizando no ensino regular. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns! Suas ideias me deram um direcionamento para trabalhar com meus alunos. Deus abençoe o seu trabalho.

    ResponderExcluir
  3. HISTÓRIA MUITO BÉLICA!!Que sofrimento da joaninha para se aceita mostrar EFICIÊNCIA!!

    ResponderExcluir